Atenção ciclistas: o uso de equipamentos de segurança é obrigatório!


Ciclista, é importante que haja a consciência em relação ao uso de equipamentos de segurança tanto em vias públicas, quanto em parques e áreas restritas. A cultura do uso de equipamentos de segurança, como capacete, joelheira, cotoveleira e buzina, por exemplo, deve estar no DNA de quem pedala.

Os equipamentos de proteção têm uma série de funções que só ajudam a quem anda de bicicleta. Às vezes custam caro e num primeiro momento podem ser incômodos, mas, todo ciclista é unanime em concordar que, sem eles, a sensação de vulnerabilidade é muito grande. O seu uso é uma questão de proteção e amor à vida.

“Além de obrigatórios pela lei, os equipamentos de segurança são fundamentais para você se comunicar, para você ser visto e também se proteger. As luzes dianteira e traseira, a buzina, os adesivos refletores devem acompanhar quem pedala em todos os trajetos. Já as luvas, os óculos (transparentes à noite), roupas refletivas, capacete, podem reduzir a consequência de um acidente”, explica José Aurélio Ramalho, do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV).

Vale lembrar que a calçada foi feita para pedestres, carrinhos de bebê e cadeiras de roda, não para a bicicleta. Um choque de uma bicicleta num idoso ou numa criança pequena pode ter sérias consequências. Como meio de transporte, a bicicleta deve dividir a rua com os carros, motos e ônibus.

Seja um ciclista consciente e faça a sua parte! Aproveite e assista ao vídeo abaixo que dá dicas para os ciclistas no trânsito.

Posts em destaque
Posts recentes